Camminata solitaria da Monaco di Baviera a Verona 2021 Festeggiando 61 anni di gemellaggio
Dia 3 – Mosteiro Andechs, Ammersee Bavaria e amigos inspiradores

Dia 3 – Mosteiro Andechs, Ammersee Bavaria e amigos inspiradores

Dia 3 – Mosteiro Andechs, Ammersee Bavaria e amigos inspiradores

O dia hoje começou com uma subida de 7 quilômetros em direção ao Mosteiro Andechs, que ainda hoje, produz cerveja artesanal utilizando um metodo super antigo . Há tantos, mas tantos anos atrás,  conta-se sobre um jovem rico de família nobre que se apaixonou e se casou com uma moça de família pobre. No entanto, isso era proibido naquela época e o pai do rapaz não aceitou o relacionamento do filho, o que o levou a cometer uma tragédia dentro da família, matando a esposa do próprio filho. O jovem rapaz amava sua esposa e ficou profundamente triste e construiu o mosteiro em homenagem à sua amada esposa.

O meu dia hoje foi carregado de milagres, passei o dia encontrando pessoas especiais em meu caminho. O primeiro foi o Martin Glaab,  responsável pela comunicação do Mosteiro Andechs, o mais antigo dessa região, construído em 1455 e ele me contou a belíssima história que envolve esse lugar. Mas, para mim, o mais emocionante foi ouvir suas palavras carregadas de amor e admiração pelo Mosteiro, pude perceber que ele realmente é apaixonado esse local. Foi maravilhoso ser recebida com tanta hospitalidade e conhecimento.

Martin Glaab

Após esse maravilhoso passeio, me encontrei no Lago Ammersee com o Torge Holtmann, dono da marca Ammersee Bavaria, uma

Marca de roupas que produz suas peças de forma sustentável, preservando a natureza e utilizando algodão orgânico e poliéster reciclável, preservando o estilo moderno e fashion das peças. A nossa conversa ficou registrada em uma live no facebook, e cada palavra que o Torge usava para expressar seu amor pelo Lago Ammersee me impactou profundamente.

Ver que ele uniu a paixão dele pela natureza e o profundo amor que sente pelo lago com o trabalho, definitivamente, me inspirou a continuar minha jornada em busca dos valores que eu acredito e defendo. Sem dúvidas, saí da nossa conversa muito empolgada e alegre.

Antes de fundar a sua marca de roupas, ele trabalhava com o marketing de  grandes empresas da moda, até que decidiu largar tudo para seguir o seu sonho – uma marca conceitual e única, que respeita os valores que o Torge defende e compartilha. Pessoalmente fiquei encantada com a história de vida dele, pois conhecer a Ammersee Bavaria e o seu idealista me fez enxergar que podemos ter esperança para o futuro, pois são esses valores de preservação do meio ambiente que garantirão o futuro dos meus filhos, posso alimentar e ser testemunha de que é possível ter esperanças de um mundo melhor para eles.

No final da nossa conversa, meu novo amigo Torge me presenteou com uma blusa  da sua marca e posso dizer, com a maior alegria, que foi um dos presentes mais bonitos que recebi, além de ser maravilhosa para os olhos e carregada de energia, pois ele simboliza as grandes descobertas que Munique preparou para mim. Cada sorriso, cada conversa e cada passo estão representados nessa belíssima blusa , produzido de forma sustentável e que poderei levar para casa com grande carinho.

O local onde aconteceu a entrevista com o Torge é realmente muito inspirador, foi próprio numa linda parte do Ammersee, ali eu entendi o motivo dos alemães terem tanto amor pelos lagos dessa região. É verdadeiramente um lugar para se divertir, dividir experiências, pescar, surfar, mas acima de tudo, respeitar o meio ambiente e hoje, ao ouvir o Torge, tive a prova de que há pessoas empenhadas em preservar esse princípio.

Hoje foi o dia que eu escolhi para visitar os últimos 3 lagos da região, e completar meu primeiro objetivo pois eles ficam perto um do outro. Eu só não estava contando que teria uma tarde maravilhosa, na companhia de uma nova amiga veneta. Giada me encontrou nas redes sociais, leu sobre minha jornada e resolveu partir em minha direção, ela que  mora há 8 anos em Munique, me presenteou com uma saborosa caixa de chocolates e com uma mensagem profunda, que falava sobre a importância de preservar a força interior, uma mensagem que fez todo sentido para esse momento que estamos vivendo e para me ajudar no desafio dessa caminhada, que já completa 3 dias hoje. Nós conversamos a tarde inteira e, mais uma vez, refleti sobre a importância da presença das pessoas em nossas vidas, é esse tipo de contato humano que faz tudo valer a pena.

O dia foi cheio de milagres e cheio de presentes!

Foi nesse passeio com a Giada que encontrei esse simpático senhor que carrega essa placa engraçada, que diz: “procura-se uma mulher com humor grande e bumbum pequeno”. Isso você só vê com a mochila nas costas e os pés na estrada!

Ao chegar em Utting am Ammersee, uma das 40 cidades do Lago Ammersee, fui recebida com os sinos da igreja. Cada vez que chego a uma nova cidade e ouço o sino da igreja tocar, gosto de pensar que são os anjos que estão me dando boas-vindas.

Para terminar o Diário de hoje, quero deixar uma mensagem para você que está me acompanhando nesta jornada. Antes de chegar em cada Lago, eu tenho a sorte de ver que existem pequenos riachos que levam água até os lagos, na verdade, são eles que alimentam os grandes Lagos. Isso me levou à reflexão de que são as pequenas coisas que dão possibilidade da existência das grandes coisas da vida.

Não podemos ser grandes, antes de nos assumir pequenos. Isso vale para os riachos que alimentam os grandes Lagos e para nós, diante dos desafios da vida.

Muitas pessoas me perguntam o motivo que me leva a fazer grandes jornadas como essa, e a resposta é essa. As minhas caminhadas me ensinam e me levam a entender questões profundas, no caminho me vejo aberta e sensível às grandes lições da vida.

Isso não tem preço!

Vi essa árvore no Ammersee e me pergunto quantas histórias ela tem pra contar e quantas coisas ela já viu! E deixo vocês assim hoje com essa reflexão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.