Camminata solitaria da Monaco di Baviera a Verona 2021 Festeggiando 61 anni di gemellaggio
DIA 11 – O romântico encontro com o Lago de Garda e a chegada em meu amado Veneto

DIA 11 – O romântico encontro com o Lago de Garda e a chegada em meu amado Veneto

DIA 11 – O romântico encontro com o Lago de Garda e a chegada em meu amado Veneto

O dia começou com uma conversa empolgante, pude passar algum tempo com o Andrea, que me recebeu tão bem ontem a noite. A recepção no hotel foi muito calorosa, e hoje cedo ele e sua esposa me prepararam um café da manhã super especial e cheio de energia! Cada vez que me aproximo do Veneto, me sinto como se estivesse próxima de casa, principalmente considerando a forma como fui recebida por todos aqui.

Estou no meu décimo primeiro dia de viagem e isso significa que está na hora de fazer outro teste rápido de COVID, para garantir a minha segurança e a das pessoas com quem tenho contato. Após ver o resultado, fiquei feliz em poder continuar minha jornada com mais um negativo para a existência do vírus.

Já desde o início dessa jornada eu quero reservar descobertas especiais a todas pessoas que me seguem no Facebook e já comecei cedo visitando um caro amigo especial, Stefano Marzadro, meu grande amigo que conheço há mais de 20 anos e que vive em Rovereto.

A história da Destilaria Marzadro parece um filme em preto e branco,  são os anos do pós-guerra, em uma Itália onde a pobreza não deixava saída, especialmente em regiões montanhosas como o Trentino. Por isso, as meninas em dificuldade iam “ser domésticas” das famílias nobres , fugindo das angústias e encontrando condições de vida aceitáveis ​​nas casas mais ricas.

Sabina Marzadro, certamente, não foi poupada dessa dura realidade e, depois de passar 12 anos como doméstica na casa dos deputados em Roma, volta-se à sua região, onde a espera o seu irmão, Attilio, um agricultor sempre atento. Sabina, porém, que voltou pra casa com a certeza de querer mudar de vida, levava na bolsa um sonho: Queria se dedicar à arte do destilador e fazer uma boa Grappa com o bagaço que evaporou nos pátios das casas dos vinicultores. E foi assim que nasceu a Marzadro, o sonho de uma menina e hoje é realidade internacional! 

Eu quis mostrar aos meus amigos no Facebook porque eles são os exemplos reais do renascimento que estou tentando mostrar nesse momento de crise de pandemia! 

Mas também porque mesmo que sejam conhecidos no mundo inteiro, a família não esqueceu a humildade. Sou orgulhosa de tê-los como amigos, ainda hoje, mesmo diante de uma situação difícil, eles transmitem muita esperança em um futuro melhor. Meus amigos, precisamos de mais gente assim no mundo… 

Fiquei muito feliz em compartilhar a história deles com meus amigos no Facebook, pois a sua trajetória serve de exemplo para todos nós. Compartilhar isso não tem preço, pois torço pela existência de mais mulheres e homens de sucesso.

Sai de lá e comecei a caminhar em direção ao meu Vêneto! 

É incrível ver toda a paisagem, é como se eu não tivesse palavras para descrever o que vejo. 

Nesse trajeto existe muita lembrança da guerra, pois foi um território muito disputado na época! 

Eu escolhi percorrer uma estrada com um alto nível de esforço, com muitas subidas e descidas, mas a imagem que vejo não tem preço!

A mãe natureza nos proporciona cenas como essa, que não consigo nem descrever.

Quando pela primeira vez vi a imagem do Lago de Garda, à distância, confesso que foi uma emoção incrível sentir que cheguei naquele lugar que chamo de “casa” ! Essa emoção eu sinto somente quando vejo a casinha onde nasci no povoado de Água Boa em Minas Gerais, no Brasil, cheguei até me emocionar porque realmente sei que o Vêneto é minha casa!

Hoje percorri muitos quilômetros, pois são muitas as belezas que preciso mostrar no Vêneto! Sinto uma melancolia em pensar que esse diário está chegando ao fim, já estou com saudades do que vivi no início dessa jornada, afinal, a beleza do caminho não se resume a alegria que se sente na chegada, mas a beleza do caminho se descobre caminhando!

Mais um dia cansativo e com muitos desafios a serem vencidos, no entanto, valeu a pena cada trilha que percorri. Aumentei os quilômetros caminhados, me perdi dentro de uma reserva natural mas ganhei muitas lembranças preciosas. Vou chegar no Vêneto quando o sol pintar o lago de ouro e só poderei ver a beleza da minha amada região amanhã cedo, com a luz do sol.

A partir de amanhã começarei a mostrar tudo o que o Vêneto tem de belo e encantador, a começar pela Malcesine, onde parou o filósofo alemão Goethe, mas essa história vou contar amanhã ! 

É incrível viajar por esse percurso, todos os elementos formam um visual maravilhoso, agora posso entender a fascinação do filósofo alemão por esse caminho.

Hoje foi um dia com muito vento e frio, até brinquei com meus amigos dizendo que o vento foi as boas-vindas que recebi do Vêneto, é como se o vento e a natureza dissessem: “Seja bem-vinda, Jesus.” Hoje o vento que o povo do lago chama L’ORA  me fez uma super recepção!

A partir de amanhã começarei a compartilhar no Facebook com o meus amigos o projeto que desenvolvi chamado “Cammino delle scoperte ”, não vamos somente caminhar pelos passos de Goethe, vamos caminhar também pelos passos que eu fiz quando no 2017 caminhei por toda a região !

Ao chegar na entrada do Veneto, senti muita emoção, pois o lugar em que vou dormir é fascinante. Os donos são um jovem casal, Lorenzo e Isabel, filha de uma alemã com um brasileiro. O pai do Lorenzo e a família da Isabel trabalham com o turismo e com a produção do famoso óleo de oliva do lago e para honrar o trabalho da família, decidiram seguir os mesmos passos, tudo com a maior alegria e zelo.

Foi maravilhoso encontrar esses jovens, pois eles estão dando uma demonstração de paciência e persistência diante de tantas crises. Se existe um retrato do renascimento que tenho defendido, desde o início da minha caminhada, eu colocaria a foto deles dois num quadro, pois eles representam isso. Sempre com um sorriso maravilhoso no rosto, acreditando no futuro e investindo sua vitalidade nesse projeto, eles dão uma valiosa lição de esperança diante do sofrimento.

Estou hospedada em um lugar incrível, no B&B deles que se chama “casa Tonini”, um verdadeiro sonho. 

Foi maravilhoso ter a sorte de ser hospedada aqui porque o calor humano me tirou toda fadiga, é quase como se o caminho me enviasse uma mensagem dizendo que, de agora para frente, cada passo que eu fizer vai ser único e especial   

Ao abrir a janela, vejo o castelo de Malcesine, local onde Goethe se hospedou quando esteve aqui, mas onde também foi preso. Essa história, como disse, vou deixar para amanhã! 

Amanhã poderei explorar toda essa região e compartilhar com todos vocês cada detalhe. Eu caminhei por aqui e, acreditem, de agora em diante, cada passo que vou fazer deixará vocês sem fôlego de tanta beleza!

Fechei a noite com um presente único! Lorenzo e Isabel, de noite, me levaram em um lugar chamado “MADONINA DELL’ACOGLIENZA”, uma estátua de nossa senhora posicionada entre a montanha e o lago e lá de cima a vista é de tirar o fôlego! Ver o castelo de Malcesine de noite, todo iluminado, parecia olhar um conto de fadas … Tenho muita gratidão ao Lorenzo e à Isabel por esse presente que vou levar comigo eternamente!

Amanhã será um dia especial e não vejo a hora que comece !

Até mais, amigos!

10 Comments

  1. GONARIO antonio

    Jesus il lago parla da sè , ma tu gli accendi i riflettori 😉 complimenti ! I luoghi che visiti , descritti con il colore della vita , sono invitanti anche per chi li conosce già . Buon cammino ragazza dagli occhi pastello

  2. Vanna

    Ciao io vivo a costermano sul Garda …penso di vivere nel
    Posto più bello del mondo con un lago che ogni giorno mi regala emozioni..nei colori e dal panorama mi riempie il cuore 💖 di felicità e sono felice di vivere in questo posto…

  3. Michela

    Jesus , grazie dei meravigliosi posti che ci fai vedere , nonostante siamo veneti , nn conosciamo molti posti , c’è molto da scoprire , grazie pure si tuoi video . Un abbraccio forza e avanti sempre 😘

  4. Marilena Parravano

    Grazie per tutto quello che fai e che ci fai vedere , il grande lago dà tanta tranquillità e pace e riempie il ❤️ sei stata forte e coraggiosa ad arrivare fin lì , adesso il tuo cammino sarà in discesa , vai grande Jesus

  5. Paola Felis

    La bellezza del cammino come nella vita è proprio il rapporto umano che si crea con le persone che incontri e che ti accolgono, ti danno energia e conoscenza. Stando chiusi nella propria casa si sta al sicuro ma spesso l’incognita di un viaggio ti permette di creare legami unici e a volta indissolubili. Con gli occhi e cuore aperto poi la natura ti regala doni inestimabili
    Buon proseguimento Jesus

  6. Renato Griggio

    Te si STRAORDINARIA non gavaria mai pensà nea me vita de vedare na donna piena de vita e iniziativa come ti, non te ghé origini Venete ma par mi te si pi Veneta de mi, nessun Veneto ultimamente gà fatto par el Veneto queo che te ghé fatto ti, te ringrasio Tanto par le fadighe che te fé tutti i giorni par far conosare la nostra stupenda region, te auguro de tornare stufa ma piena de emosion e esperiensa, ste camminade fa ben al corpo e anca allo spirito e all’anima. Te si Unica, Bona fortuna e bona caminada tosa Veneta. Renato

  7. Massimo Belsito

    Jesus, tu sei come ME, una “LADRA” di immagini, emozioni, colori, esperienze, storie di vita che nessuna scuola può darti se non la NATURA, questa splendida CREATURA che ci insegna continuamente a non sprecare un’attimo della nostra VITA. COMPLIMENTI PER LA TUA DETERMINAZIONE

  8. Emanuela Frison

    Ciao Jesus
    Ti ho seguita con entusiasmo in ogni tappa. Oggi aspetto di vedere Bardolino e come non ricordare questo posto e la meavigliosa festa di fine cammino del Veneto. Grazie di tutto

  9. Marina Aste

    Bellissimo viaggio, ho cominciato a seguirti “per caso” ma lo stimolo della bellezza e del sorriso che trasmetti mi ha fatto innamorare di tutto il percorso. Cosa dire: GRAZIE. In questi momenti, non proprio felici, stai trasmettendo un immenso amore per i luoghi e le bellezze dei paesi che attraversi, risvegli il piacere di vivere in un posto che ci invidiano tutti e che forse stavamo mettendo da parte. Eravamo talmente fuorviati da pubblicità su luoghi lontani che ci dimentichiamo di quanta bellezza abbiamo vicino. E tu, con il classico sorriso che è naturale del tuo paese, ce lo fai ritrovare. Sono stata in Brasile e a quanti mi chiedevano: “che cosa ti ha colpito di più del Brasile?” rispondevo “il sorriso e la gentilezza” tu da “diversamente veneta” ci stai facendo riscoprire che basta vivere i nostri luoghi e imparare a sorridere di più.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.