Camminata solitaria da Monaco di Baviera a Verona 2021 Festeggiando 61 anni di gemellaggio
Dia 12 – Redescobrindo as belezas do Veneto

Dia 12 – Redescobrindo as belezas do Veneto

Dia 12 – Redescobrindo as belezas do Veneto 

Hoje  o dia começou muito bem, abri a janela, vi o lago de Garda e senti aquela sensação de paz, foi maravilhoso. Na cozinha, estavam Lorenzo e Isabel, donos do B&B Tonini, preparando um delicioso café da manhã com ovos mexidos e na noite anterior Isabel tinha preparado o pão , me senti em casa com toda essa recepção. Foi maravilhoso tomar o café da manhã com eles porque neles eu vi a verdadeira alma dos Venetos.

Eu sabia que hoje ia ter um dia diferente, onde encontraria muita gente, contaria várias histórias, mesmo mantendo a distância seguindo todas as recomendações sanitárias , eu me encontraria com muitos amigos. Hoje eu encontraria a equipe que está fazendo um documentário muito especial, mas vou contar isso em outra aventura.

A primeira parada do dia foi no meu banquinho, a Pink Bench de Malcesine do “Cammino delle Scoperte”, um projeto que fiz ainda ao longo de 2018, onde, na província de Verona, um apaixonado por caminhos pode percorrer a pé mais ou menos 35 cidades da província! 

É um caminho para quem é apaixonado por beleza arquitetônica, mas também adora comer bem. Um caminho que encanta pela história de vilas, igrejas, monumentos e palácios, mas também feito para quem, como eu, gosta de se perder no silêncio das planícies e campos !

O “cammino delle scoperte” é realizado por pessoas apaixonadas  pelos rios e sua força, mas também aprecia o lago, as montanhas e as colinas que o cercam … Este é o caminho da província de Verona. Foi idealizado para as pessoas percorrerem e chegarem a esses lugares como um caminhante, mas tenho certeza que sairá de cada cidade deixando parte do seu coração e muitos bons amigos! 

Encontrei o vice-prefeito de Malcesine na frente da Pink Bench, ele é muito apaixonado pela cultura e me contou a história de Goethe e do Castelo de Malcesine. Foi muito interessante ouvi-lo, pois pude enxergar com mais clareza que estou fazendo os passos do filósofo alemão. Essa conexão tem tudo a ver com o gamellaggio entre Munique e Verona. 

Em Setembro de 1786: em uma viagem do poeta e escritor alemão à Itália,  começa com uma desventura. Chegando à Malcesine, ele ficou encantado com a beleza do lago e a majestade do castelo. Ele se dirigiu até o grandioso castelo para observá-lo e desenhá-lo, ao avistá-lo, as autoridades da República Sereníssima o prenderam imediatamente, confundindo-o com um espião austríaco. Esclarecido o mal-entendido, Goethe ficou pacificamente alguns dias em Malcesine.  Essa história foi registrada em seu diário ‘Viagem Italiana”, bestseller escrito pelo próprio Goethe. Ainda hoje, turistas seguem a “rota de Goethe” pela Itália, como eu também farei.

A segunda parada foi muito emocionante, cheguei na cidade de Brenzone Sul Garda, na localidade Porto, onde tem outro banquinho “Pink Bench”,  vocês não sabem, mas a Pink Bench é especial porque quando eu pensei nela eu imaginei um banquinho onde de um lado tem uma imagem de uma mulher e do outro lado, uma mala. A mensagem desse caminho é: “Pegue a sua mala de sonhos e vai! Não importa se você é mulher ou homem, não se deixe parar!”

Em Brenzone fui recebida com uma linda homenagem, ao chegar, vi uma bandeira do Brasil em cima do banquinho e uma bandeira do Veneto na imagem da mulher, meu coração encheu de emoção

Sei que estou em casa quando recebo o amor em forma de cuidado, como o que recebi de Guido, que mora ali perto e me segue nas redes sociais. Ele caminhou alguns quilômetros, a partir de Casteleto para me levar um cafezinho. Sei o quanto os venetos gostaram quando caminhei pela Região do Veneto, aqui me sinto muito segura, sinto que estou em casa e sei que sou muito amada.

Queria ter mais tempos e ficar dias e dias em cada lugar, mas o tempo corre e minha caminhada tem que ir pra frente! Meu destino final hoje é a Pink Bench de Torri Del Benaco.

Mas antes parei para comer no Camping Maria, onde mora minha amiga Ana. Sempre que nos vemos é a maior alegria! Mesmo sem poder nos abraçar, sentimos o mesmo carinho e vigor da nossa amizade. A Ana é uma brasileira!

Sei que sou muito admirada pelas  muitas mulheres brasileiras  que moram nessa parte do Veneto. Os brasileiros que moram nessa região sabem que tenho o coração dividido, eles reconhecem isso em mim e respeitam o meu amor. Sou brasileira, amo muito o Brasil, mas o amor que sinto pelo Veneto é enorme, pois foi aqui que eu cresci, sinto que aqui é minha casa. Esse amor todo deve ser a influência Veneta que temos no Brasil. Quando se fala do Brasil e do Veneto, eu me sinto como uma filha que não sabe escolher se ama mais o pai ou mãe. Esse é o meu nível de amor e admiração pelas minhas raízes.

Depois do almoço maravilhoso, segui pela estrada e passei pela ponte tibetana que leva até Torri del Benaco, um espetáculo sensacional que deixa qualquer pessoa de queixo caído. Passar por aquela ponte antes de chegar em Torri del Benaco é como tocar o céu com a ponta do dedo… 

A caminhadinha foi fatigosa mas a vista valeu a pena … vi o pôr do sol mais lindo que poderia ter desejado e me dirigi até o centro de Torri, onde vou passar a noite em um hotel maravilhoso de frente pro lago.

Cheguei no hotel onde fui super bem recebida e finalmente pude descansar, porque amanhã vai ser um outro dia comprido que vai me levar às outras Pink Bench espalhadas pelo caminho até Verona…

A voz do caminho:

“A verdadeira casa é onde encontramos mais pessoas que se parecem conosco.” (Stendhal).

Amigos, hoje a jornada me confirmou esta grande verdade. Estou e me sinto em casa. Sinto que pertenço a esta terra onde não nasci, mas que me acolhe há mais de vinte anos. Jamais negarei minhas origens, minhas raízes, porém, também graças a elas, tive a sorte de poder apreciar esta terra e esse povo de que me sinto parte. Hoje fui recebida por representantes de instituições locais e pessoas comuns. Me senti em casa .. Estou em casa! O ritmo da viagem é mais leve, o ar é familiar, o vento não corta, acaricia… a vista é única, quente, perfumada, uma obra de arte divina. As cores das águas de Garda mudam de hora em hora, proporcionando paisagens únicas, sentimentos de paz, beleza, hospitalidade, alegria, eternidade. Essa é a minha terra, esse é o sonho que vivo e divido com vocês. E essas pessoas ?! Almas sorridentes perfeitamente integradas no território, como as cores de uma pintura impressionista ou o som de um instrumento perfeitamente integrado numa obra musical. .. É isso mesmo, este lugar é uma obra de arte e nós fazemos parte dela.

A jornada me diz exatamente isso, agora que é hora de recomeçar, vamos pensar em quem realmente somos, o quanto estamos ligados à nossa terra, o quanto devemos amá-la e protegê-la. Vamos todos nos sentir parte disso e apertarmos as mãos, trocarmos sinais de amizade e pertencimento, vamos abandonar os estereótipos que a sociedade e uma cultura vulgar nos impõe há muitos anos. Alegramo-nos nas relações que se criam nas coisas simples, como o desjejum desta manhã, ou as palavras trocadas com meu Romeu, uma criança que transmite o soro da vida… ou a sensação fresca do ar que enche nossos pulmões enquanto nós admiramos um pôr do sol…. Que ensino incrível que a jornada de hoje me deu!

E que outro presente me espera amanhã?

Vejo vocês amanhã amigos !!

6 Comments

  1. Guido

    BRENZONE SUL GARDA LE FRAZIONI:Assenza, Biaza, Boccino, Borago, Campo, Castelletto, Castello, Fasor, Magugnano (sede comunale), Marniga, Porto, Pozzo, Prada Alta Sommavilla, Venzo, Zignago. SEI UNA DONNA SPETTACOLARE CAMMINARE TRA LA NATURA É L’AMORE DELLA VITA BISOGNA IMPARARE DA COME LA TERRA VIVE W DIVERSAMENTE VENETO UN’ABRACCIO FORTE

  2. paola felis

    Non vedo l’ora di poter essere libera da impegni lavorativi…tra due mesi mi aspetta la pensione 😊😊 e tutti questi bellissimi spunti di viaggio mi serviranno per gustare le meraviglie di questa nostra stupenda terra. È uno dei miei obiettivi di vita futura !! Grazieeee Jesus di ogni momento che condividi con tutti noi

  3. Roberta Tamborini

    È tutto molto bello e trasmette un grande senso di libertà…io questa libertà la vivo nelle bellissime passeggiate che faccio nei boschi vicino a casa mia. Le meraviglie della natura mi avvicinano a Dio e mi danno gioia e serenità. Con questa forza che nasce dalla consapevolezza di essere piccoli in un grande mondo pieno di sorprese ti mando un abbraccio con tutto il cuore ❤️

  4. Manuela Boaron

    Come ogni sera leggo il tuo diario
    Diversamenteveneto. It . Qui ho letto cose bellissime che hai visto con i tuoi occhi ,hai fatto una cosa straordinaria camminare x tutti quei kilometri x carità hai rischiato anche la pelle ma sei qui
    Devi solo ringraziare dio x che Dio è ovunque ti trovi x chi ha fede .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *